Os perigos da internet para os cães

Sem dúvida que actualmente um grande número de pessoas navega pela internet em busca de informação, dicas e soluções para os mais variados temas. E como não poderia deixar de ser a educação e treino de cães também é uma das pesquisas de quem está a educar um cachorro ou cão adulto ou está a tentar resolver ou perceber um determinado comportamento. Essa pessoa tem todo o interesse e motivação para solucionar algo que poderá ser um problema sério no futuro e isso é excelente. A questão começa a complicar-se quando esquecemos que na internet existe muita informação, todo o tipo de informação, informação boa e má, informação actualizada e desactualizada e acho que podemos acrescentar informação verdadeira e falsa.

Actualmente uma forma de ganhar dinheiro na internet é ter um site sobre um determinado tema ou então um site generalista, um grande tráfego nesse site faz com que o site seja mais visível e a partir daí é possível publicar anúncios que são pagos. Então começa a busca de conteúdos para o site, na maioria não interessa a fonte, não interessa a veracidade, não interessa se a informação está actualizada, apenas interessa o tema e os entendidos sabem que o tema “animais” traz muita audiência, então o que fazem é procurar textos que copiam e colam no site. O que se passa de seguida é que alguém que faz uma pesquisa encontra facilmente o texto que pode ter informação errada ou desactualizada e em vez de resolver o problema ou ficar bem informado acaba por ficar igual ou pior…

Quando lemos algum texto ou pesquisamos informação na internet nunca devemos esquecer de usar um filtro (que se chama bom senso e está no nosso cérebro) de forma a perceber se a informação faz ou não sentido, se é sensacionalismo, se é informação actual.

No que diz respeito ao mundo dos cães a informação é rapidamente actualizada porque felizmente cada vez mais pessoas se dedicam ao estudo e frequentemente nos trazem boas informações e actuais. Por outro lado, ainda se pode encontrar muita informação ultrapassada e falsa por esta estar em maior quantidade.

Lembrem-se: cada cão é um cão, cada situação é única e não devemos apoiar-nos apenas no primeiro texto ou naquilo que alguém nos diz. É importante o tal filtro, é importante procurar mais e investigar, é o nosso cão que queremos ajudar.

Soluções rápidas e fáceis não existem, “O que é fácil está feito, o difícil há-de fazer-se.”

 

João Pedro – Educador Canino

Mania dos Cães