Treinadores de cães, treino, escolas, etc…

Hoje em dia “florescem” escolas de treino, creches para cães, treinadores, especialistas em “qualquer coisa” que esteja ligada a treino ou comportamento, treinadores certificados quando não há entidade nenhuma para certificar quem quer que seja, pessoas que assinam com o nome seguido de uma série de iniciais que ninguém sabe muito bem ou nem sabe o que aquilo significa mas acham o máximo, treinos online, treinos à distância, cães treinados ao kg e sei lá eu o que mais… Aparecem pessoas formadas em escolas no estrangeiro ou que pertencem a não sei quantas associações de treino que não têm qualquer valor oficial nem no seu próprio país muito menos no estrangeiro. Aparecem videos e fotografias publicadas por essas pessoas que nem deveriam existir pois são exactamente o oposto do que foi feito nessas formações. A expressão “treino positivo” foi banalizada e é utilizada por todo aquele que treina cães porque se o cliente não ouvir a tal palavra pode fugir e depois temos coisas ridículas como um indivíduo a treinar com reforço positivo e um cão com uma coleira estranguladora ou de picos ou o comando de uma coleira de choques na mão ou até um chicote para cavalos… E depois há uma situação que talvez ainda ninguém tenha reparado! No meio disto tudo aparecem cada vez mais cães com problemas e problemas sérios!

Num sector que não tem regulamentação qualquer um se pode auto intitular do que quiser ou fazer formação (e não há qualquer problema em fazer formação desde que de qualidade). Ninguém regula nada, ninguém fiscaliza nada e tudo perde o valor e a credibilidade porque anda meia dúzia de pessoas preocupada em mostrar títulos que têm o valor que têm e para quê? Para confortar o ego? No meio desta palhaçada toda quem fica mal são os cães. Deixem-se de teatro e trabalhem com os cães.

Nota: Esta publicação não é para atingir alguma pessoa ou pessoas em particular, é sim para mostrar o estado do treino, é uma critica a todos os que estão a contribuir para a banalização e o desacreditar do que é o treino com o uso de expressões pomposas como o positivo e o uso de títulos que nada valem pois não atestam nem a competência nem o carácter de ninguém e muito menos a ética e se querem saber a verdade já vi treinadores ditos “aversivos” com mais ética, carácter, educação e princípios do que alguns ditos positivos. E já agora acrescento, se uma pessoa tem que fazer parte de alguma associação para mostrar que tem valores ou para mostrar que trabalha desta ou daquela forma, então algo está mesmo muito mal! De resto volto a chegar aos cães que é o lado que me interessa. No meio destes floreados todos os cães são os que são penalizados, por tudo, porque é moda trabalhar com cães e ao que parece fica bem dizer que se é treinador ou que se tem um trabalho relacionado com cães, quando devia era ser moda olhar para um cão como um cão e tratar um cão como um cão.

João Pedro

Mania dos Cães – Educação e Treino Canino